SÃO PAULO  –  As preocupações com a fragilidade da economia global, que catapultaram o dólar para cima dos R$ 4 nas últimas semanas, não abalaram a expectativa de que mais cortes de juros estão por vir no Brasil. Pelo contrário. Desde a última decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, em julho, o cenário de Selic abaixo de 5% no fim do ano ganha adeptos.



Fonte

WhatsApp chat